a partir dos 65 anos

A Psicomotricidade assume um papel muito importante na população sénior dado que, permite influenciar a vida do mesmo de maneira positiva, ao lhe proporcionar benefícios psíquicos e fisiológicos que o ajudarão a retardar os efeitos do envelhecimento, a colmatar ou a atenuar as dificuldades, visando o equilíbrio entre o corpo e mente e a promoção do seu bem-estar e qualidade de vida.

Na Impulso disponibilizamos uma série de atividades terapêuticas, com o objetivo de estimular as competências cognitivas, psicomotoras e sensoriais. Através dos serviços disponíveis, os utentes beneficiarão de um conjunto alargado de atividades de relaxamento e de atividades de estimulação cognitiva individuais especificamente desenvolvidas para cada caso. Desde a Doença de Alzheimer a outra forma de Demência, quadros parkinsonianos a qualquer outro tipo de comprometimento de movimento devido a trauma ou doença.

Os serviços serão sempre implementados de acordo com as capacidades, interesses e necessidades individuais de cada utente:

Principal público alvo:

Doença de Alzheimer e outras demências;

Parkinson e Síndromes Parkinsonianos;

Défices de Memória e quadros demências;

Pós-AVC e TCE;

 

 

Perdas de Equilíbrio e Síndrome Vertiginoso;

 Perturbações do Humor e Perturbações de Ansiedade;

 Cuidados Paliativos;

Entre outros.

Objetivos da Intervenção Psicomotora em séniores:

  • Estimulação da coordenação motora e do equilíbrio, permitindo a prevenção do risco de queda;
  • Desenvolvimento de estratégias de adaptação ao processo de envelhecimento, de modo a minimizar, gerir e/ou compensar os défices crónicos e irreversíveis que possam estar presentes devido a patologias;
  • Promoção de competências ao nível da memória de curto e de longo prazo, atenção e concentração, funções executivas, simbolização e capacidade de resolução de problemas;
  • Otimização da capacidade funcional e da autonomia física e psicológica para realização das atividades quotidianas;
  • Consciencialização do próprio corpo, através da expressão corporal;
  • Estimulação da identidade pessoal e construção de uma imagem ajustada de si mesmo, relativamente às suas capacidades e limitações;
  • Promoção da regulação, gestão e expressão de emoções;
  • Estimulação de aspetos afetivos como a autoestima, a autoconfiança e a motivação;
  • Promoção de relações interpessoais positivas, fundamentais para a diminuição do isolamento social.

 

O objetivo máximo da Reabilitação Psicomotora será a Autonomia Funcional e Social do utente, promovendo todas as oportunidades de melhoria de qualidade de vida dando o melhor contexto terapêutico, sempre adequado a cada pessoa.

Técnicas terapêuticas adequadas a esta faixa etária:

  • Avaliação do Perfil Psicomotor;
  • Intervenção Psicomotora;
  • Integração Sensorial;
  • Psicomotricidade em Meio Aquático (*);
  • Programas de Relaxação Terapêutica;
  • Estimulação  Cognitiva;
  • Cuidados Paliativos;
  • Treino de Marcha;
  • Treino das Atividades de Vida Diária.

(*) – mediante protocolo existente na zona de residência